Notícias do Trigal
Pesquisa

Frida Kahlo e o seu empoderamento feminino
Por Larissa Ferreira (Aluna, 2 ano b), em 2020/06/08233 leram | 0 comentários | 40 gostam
Com um estilo diferente e uma aparência fora dos padrões, Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderón mais conhecida como Frida Kahlo é um símbolo de empoderamento feminino nos dias de hoje.
Nascida, dia 6 de julho de 1907 no México, Frida viveu por apenas 47 anos. A pintora era considerada surrealista, mas a mesma chegou a declarar: “Eu nunca pinto sonhos ou pesadelos. Pinto a minha própria realidade“.
  Com 18 anos, Frida sofreu um acidente, e enquanto estava se recuperando começou a pintar. Quando já tinha se (tornado) pintora, Frida Kahlo retratava na sua arte experiencia sofrida por ela e por muitas mulheres.
  A pintura chamada de cama voadora (1932) retrata o aborto sofrido por muitas mulheres, na pintura podemos perceber o seu corpo ligado ao feto, ao caramujo e entre outras coisas. Frida Kahlo foi uma pintora mexicana que se tornou símbolo feminista nos dias de hoje.
  Frida Kahlo não seguia padrões de beleza imposto pela sociedade, mesmo usando longos vestidos por conta das sequelas causadas por um problema de saúde, Frida tinha monocelhas, bigodes e traços “masculinos”, mas não pensava em mudar. Em uma foto ela veste o terno do pai, ao contrário das suas irmãs, mostrando mais uma vez a necessidade de quebrar os estereótipos de géneros.

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe